Saiba o que é e para que serve um eixo linear retificado

Um eixo retificado, por si só, é um componente elaborado para ser usado em indústrias dos mais variados segmentos. Ele é elaborado com aço retificado, material de primeira linha, muito resistente e muito bem utilizado em equipamentos hidráulicos, pneumáticos, agrícolas e automobilísticos. Já o eixo linear retificado é um item importante pelo fato de ser um dos eixos mais resistentes da categoria, forte e com um acabamento de ponta. Por todas essas questões, é importante que ao adquirir esse produto, ele seja de excelente qualidade. Neste sentido, a boa procedência é um diferencial importante e que diminui a necessidade de contar com serviços de manutenção recorrentes.

É imprescindível contar com um eixo que seja produzido por um material de primeira, por conta de conseguir manter seu padrão de qualidade, continuando suficientemente resistente ao ponto de suportar a movimentação excessiva das máquinas. Ter em suas mãos um eixo linear retificado reduz amplamente a probabilidade de ocorrência de danos ao equipamento por conta da ruptura do componente retificado. Eles são popularmente utilizados por conta da sua facilidade de manuseio e baixo custo. Mesmo sua utilização sendo bem ampla, por conta da sua versatilidade, é importante prestar atenção ao diâmetro do eixo de cada máquina para garantir a colocação de um componente adequado. Afinal, o que pode acontecer quando o eixo retificado linear não tem o tamanho adequado para determinado equipamento?

Quando é utilizado um eixo com um tamanho diferente do ideal para determinada máquina, pode ocorrer o mau funcionamento da mesma e nos casos mais sérios, a máquina poderá ser danificada e as perdas poderão ser bastante importantes. Para se precaver de acidentes como esse é imprescindível que você tenha conhecimento sobre o eixo. Em caso de dúvidas, consulte um profissional.

Um pouco sobre o atuador elétrico linear

Como uma peça relativamente pequena pode influenciar em nossas vidas? Na verdade, o atuador elétrico linear é um componente muito importante na indústria.  Um atuador elétrico linear é um dispositivo que foi criado para converter o movimento de rotação que um motor com baixa voltagem de corrente contínua realiza em um movimento linear. Melhor dizendo, ele consegue transformar o movimento rotacional em movimento em linha, como o de empurrar e puxar. Com um pequeno movimento de pressionar um simples botão é possível levantar, inclinar, ajustar, puxar ou empurrar diversos tipos de objeto, dendo eles pesados, enormes ou que sejam difíceis de serem alcançados. Com o atuador elétrico linear, a circulação é bem mais tranquila, segura e limpa, pois há um controle de movimento preciso.

Outro ponto importante a destacar é que esse tipo de atuador apresenta é o fato de ele ser muito eficiente e ter uma vida útil muito longa. Em alguns casos, poucas manutenções são necessárias ao longo do tempo ou até mesmo nenhuma. Tudo isso se deve ao fato de sua transmissão de potência ser bem mais simples, limpa e eficiente no ponto de vista energético. Utilizar um atuador elétrico linear é bem mais efetivo com relação ao custo do que com as versões hidráulicas e os pneumáticas. Sendo assim, a integração desses atuadores é muito mais simples e fácil com os controles programáveis. Quando a manutenção ocorre, são raros os casos em que é necessário substituir alguma peça, exceto quando as condições chegam ao seu extremo, aí sim precisa de uma troca. Por conta disso, as manutenções tendem a serem mais preventivas do que por algo que quebrou. Por isso que o atuador elétrico linear é muito eficiente e confiável!

Diferenças de embreagem industrial

Os motores precisam ser movidos por um combustível, no caso dos motores industriais que são movidos a diesel ou á gás. Para se movimentarem, eles necessitam de uma embreagem industrial para conseguirem transmitir a potência para o motor. Existem algumas aplicações em que essas embreagens exigem que seja interrompida uma operação da máquina sem que o funcionamento do motor seja forçado. Assim, a embreagem industrial pode ser utilizada de forma manual ou por meio de um sistema hidráulico ou pneumático.  A principal função desse equipamento é suportar cargas grandes axiais e radiais, mas proporcionando confiança e segurança enquanto é feita a transmissão de potência da máquina. Dessa forma, o custo de manutenção se torna baixo e a vida útil do equipamento aumenta.

Esse tipo de equipamento é feito com foco em serviços contínuos que tenham um alto torque e alta rotação, já que elas são bem aptas a suportar os trabalhos que somente um ambiente agressivo impõe ao equipamento como pó em suspensão, condições meteorológicas adversas, elementos abrasivos, entre muitos outros. O seu princípio de funcionamento é o mesmo e permite que o giro livre aconteça em um dos lados que já compõe os sistemas motrizes. Por conta disso, fica fácil prevenir o desgaste prematuro dos componentes que atuam no acionamento e ainda economiza energia elétrica quando existe o acionamento alimentado pelas fontes alternativas de energia.

Se você possui um embreagem industrial em sua produção, não deixe de entender todos os benefícios deste elemento, já que ele por si só traz muitas vantagens. Em caso de dúvidas, deixe seu comentário ou entre em contato conosco ainda hoje para conversarmos. Continue acompanhando aqui o blog para mais informações.

Afinal, como funciona um alimentadores de prensa

Veículos apreendidos considerados irrecuperáveis são transformados em sucata pelo Detran.O carro sendo sendo levado para a prensa.

Os chamados alimentadores de prensa são equipamentos que muitas pessoas já viram em filmes ou comerciais de televisão, mas poucos realmente sabem como funcionam e para que servem. Este é um equipamento muito utilizado principalmente para realizar o tratamento de prensagem de diversos tipos de materiais como o metal, as fibras, o papel, os tecidos de fios, os plásticos, os tubos, material extrudado e as tiras. Ele é muito utilizado na indústria automotiva, química, eletrônica e também na área da defesa. Quem já não viu aquela cena de um carro ser inteiramente amassado em um filme? Este é o alimentador de prensa.  Além disso, eles são muito aplicados para fazer a movimentação de materiais, o material utilizado em sua fabricação são o alumínio de altíssima qualidade, ligas de alumínio e aço que passam por um controle de qualidade muito rigoroso.

Na indústria, os alimentadores de prensa podem ser personalizados para a necessidade de cada empresa. Seu design é bem completo e heio de detalhes, o que faz deste equipamento ótimo aliado em operar nas condições mais complexas. Sua durabilidade vai além do esperado e , por mais que seja agressivo, ele também é muito seguro por isso, pode-se usá-lo sem muitos problemas. Estes modelos alimentadores possuem algumas características avançadas como: uma resistência alta a tração, desempenho excelente, propriedades anticorrosivas, eficiência energética, facilidade na hora de ser instalado, facilidade para operá-lo e fazer a manutenção, resistência a ambientes que apresentam uma certa agressividade e design de aplicativos específicos.

As manutenções nestes casos são mais preventivas do que para resolver algum problema, por isso, o investimento neste equipamento vale total a pena. Se você ainda está com dúvidas, entre em contato conosco o quanto antes e entenda tudo sobre.

Utilidades do macaco mecânico industrial

Desde o surgimento dos carros, vieram a tona uma grande variedade de equipamentos e ferramentas que são capazes de ajudar na manutenção deste item. Equipamentos como chaves para mudanças das peças até mecanismos que oferecessem a elevação do veículo para o conserto, a verdade é que o mercado de ferramentas precisou se especializar para oferecer novas opções. Um dos equipamentos mais comuns utilizados na suspensão de um carro é o famoso macaco. Todo automóvel possui um, mas poucos sabem que seu nome real é, na verdade, macaco mecânico industrial. Ele pode ser encontrado de diversos tamanhos e formatos, sendo que a melhor escolha irá depender do peso que precisa ser levantado e também pelo formato de trabalho.

Os conhecidos macaco mecânico industrial são desenvolvidos com foco de acordo como tempo que precisa aguentar. Por conta disso, existem diversos modelos que são capazes de elevar automóveis, caminhões e até ônibus. Este é um item muito utilizado para aplicar uma força de tração ou de compressão, com o objetivo de mover uma carga grande ou até mesmo reter por meio da transformação do movimento giratórios em movimento linear. Ele também é muito usado para a movimentação de grandes cargas, por isso, esse  equipamento é fabricado em materiais de alta qualidade e extrema resistência para aguentar todo o trabalho no qual é submetido. O macaco mecânico industrial possui uma capacidade de trabalho muito maior do que os modelos utilizados nos automóveis, tendo a capacidade de ¼ de tonelada até 350 toneladas. Estes modelos são muito usados dentro das indústrias para a movimentação e retenção de cargas mais pesadas. A ideia principal é facilitar o trabalho realizado nesse setor de diversas formas, e com muita qualidade. Isso quer dizer que é possível obter os resultados desejados aplicado uma menor quantidade de força.

O que são motores DC?

Os motores DC também são conhecidos como motores de corrente continua (CC) ou motores (DC – Direct Current) são importantes dispositivos que operam aproveitando todas as forças de atração e repulsão geradas por eletroímãs e imãs permanentes. Por conta de sua funcionalidade, existem vários tipos desses motores no mercado, tais como os feito de imãs permanentes com ou sem escovas ou os de relutância variável. Esses já podem ser encontrados numa grande faixa de tensões nominais, tipicamente entre 1,5 a 48 volts. Esse tipo de produto possui vários tamanhos e tensões de trabalho, que são indispensáveis para os projetistas do ramo da automação industrial e mecatrônica, como em principal a robótica, equipamentos bancários, entretenimento, esteiras alimentadoras, relógio ponto e impressoras.

Assim, o tamanho de cada motor está diretamente conectado a sua potência, ou seja, quanto maior e mais potente ele será. Sendo que é importante entender que a tensão nominal não é obrigatoriamente a tensão de trabalho de cada um dos tipo motores dc.  Sua potência exige que cada motor dependa do seu motor e da sua carga. Para você entender melhor, um motor que gira livre apresentará, certamente, uma velocidade muito superior do que um motor que tenha que deslocar algum tipo de mecanismo que lhe exija maior força. Existem ocasiões em que eles precisem de utilizar micromotores dc – para baixas rotações – e alto torque de saída, o qual são dotados na construção do acoplamento de uma caixa de redução. Este tipo possui  engrenagens, de tamanhos diferenciados, que apresentam na saída uma redução da velocidade e o aumento de torque. Sendo assim, os motores DC são conhecidos por possuir maior facilidade de controle, características mais lineares e baixo custo.

Se você se interessou por esse assunto, fique de olho aqui no blog.

Você sabe o que é um transportador linear?

5.1.3

Existem procedimentos da indústria que exigem uma mão de obra mais amplificada. Um transportador linear possui uma correia dentada e é perfeito para o transporte de produtos pela linha de produção. Existem vários modelos e tipo de mecanismo de acionamento o que facilita os processos dentro das indústrias. O modelo de transportadores de correia dentada são ótimos para proporcionar uma boa aceleração à velocidade e ocasionar um transporte mais efetivo da carga. Vale ressaltar que os transportadores lineares são muito utilizados na indústria e nas empresas fabris. Assim, esse item permite a realização de atividades que necessitam de muita velocidade para obter o resultado esperado. O transportador linear é um equipamento que se tornou um elemento essencial mecânico que proporciona a possibilidade de ser montado com servo acionamento. Só pelo fato de contar com o servo permite a comunicação em rede, além de ocasionar a repetibilidade.

Com relação a aceleração, o transportador linear pode chegar até 40m/s², ou seja, este tipo de transportador oferece uma potente e alta aceleração. Por conta disso, o transportador linear é uma ótima opção por ter boa capacidade, elevada rigidez e uma fascinante performance dinâmica. Para escolher o transportador linear ideal, é preciso entender quais funções ele deverá desempenhar e com que tipo de carga ele irá lidar. Certifique-se de estar lidando com uma alternativa de alta qualidade, durabilidade e custo-benefício. Vale lembrar cada transportador conta com uma característica específica como comprimento, carga máxima, velocidade e temperatura ambiente, por isso, é preciso saber cada detalhe antes de fechar negócio.

Aqui na Kalatec, nós produzimos os melhores produtos para a sua linha de produção e indústria. Se você está procurando um bom transportador ideal, entre em contato conosco e saiba mais!

Tipos de motores de passo

1.Introdução: O motor de passo transforma energia elétrica em movimentos, como a maioria dos motores que conhecemos, a grande diferença está na maneira pela qual as bobinas são energizadas, agora nos preocupamos não apenas com a rotação, mas também posicionar o seu rotor de uma maneira exata, destinando-o a aplicações de alta precisão e posicionamento. Os motores de passo são lentos e de baixa potência, mas são uma solução precisa e barata, e que sofreu evoluções interessantes nos últimos 20 anos, deixando-o mais competitivo e versátil com o surgimento de step-servo.

2.Funcionamento: Os motores, aliados a seus drivers convertem informação digital em movimentos precisos, dependendo dos níveis lógicos dos sinais gerados pelo driver e levados até as bobinas do estator do motor, isso determinara o seu perfil de movimento e consequente posicionamento do motor, isto é, a corrente é pré-estabelecida no driver e ela será comutada em sequencias pré estabelecidas no motor fazendo-o rotacionar o incremento desejado. Aplicações típicas são posicionamento, medição e controle.

3.Características Básicas:

  • Trabalham em malha aberta (step-servo em fechada)
  • Operam independente da carga
  • Não apresentam escovas
  • Freio de posicionamento eletrônico
  • Compactos e de alto torque pelo volume.
  • Longa vida, confiabilidade e baixo custo.
  • Exigem um dimensionamento correto e levando-se em conta a Inércia do conjunto acionado.
  • TIPOS CONSTRUTIVOS: Existem 3 variações construtivas ou diria evolutivas dessa modalidade de motor:
    • IMÃ PERMANENTE
    • RELUTANCIA VARIAVEL
    • HIBRIDO (o mais comum atualmente)

4.1    IMÃ PERMANENTE. Este tipo de motor tem um ímã permanente no rotor (característica de todos os motores de passo) e quatro no estator, gerando uma mecânica mais simples e barata. A vantagem desse tipo de motor é o fato dele ter um campo magnético permanente que se soma ao campo magnético das bobinas concedendo torque de retenção, essa característica também concede uma potência, ou torque, maior na partida. A desvantagem desse tipo de motor é o fato deles terem um passo maior (resolução maior), com menor precisão, mas podendo ser considerado o avô do motor de passo hibrido atual (mais tecnológico). Quando uma bobina do estator é ativada, o eixo se alinha com o campo magnético até o estator ser desligado e a bobina seguinte ser ligada, este é o princípio de todos os motores de passo.

4.2    RELUTANCIA VARIAVEL. Os motores de relutância variável possuem de 3 a 5 bobinas laminadas no estator conectadas a um center tap ou terminal comum.

Nesse caso o eixo do motor é feito de ferro Doce, e não um ímã permanente como o anterior a diminuição do campo magnético reduz o seu torque de trabalho e de partida (torque estático nulo).

  • Os motores de passo híbridos são os mais largamente utilizados atualmente, e são na verdade uma composição dos anteriores. Núcleo magnético construído de Terras Raras, que ~são uma gama de metais moldáveis da Tabela Periódica” que juntos geram ligas de alto poder magnético, muito usados em motores, exemplo: Samário Cobalto, Neodímio, Samário Ferro Nitrogênio, etc. Os campos magnéticos fortes concebidos por essa gama de componentes eliminam as bobinas e concedem motores de tamanhos reduzidos, uma boa aplicação são em relógios e naves espaciais. Esse “blend” concedido pelas Terras Raras ainda é caro e limitado a certos motores. Os “blends” vem se alterando de maneira considerável com a evolução das pesquisas, um motor atual tem 200 vezes mais magnetismo que há 30 anos atrás.

Os rotores e estatores são laminados e uma sequência de magnetização ditada pelo driver é aplicada no estator, fazendo com que o rotor gire, conforme programado. Nesse caso usamos a tecnologia PWM, que é um cicuito que concede arranques suaves, não controlando a corrente de forma constante , mas sim por meio de pulsos, que atuam sobre a média da corrente que circula pela carga e controlando a duração desses pulsos.

Aprenda um pouco sobre as embreagens eletromagnéticas

Para quem não conhece, as embreagens eletromagnéticas são itens muito comuns na área industrial. Elas são tão versáteis que podem serem aplicadas de várias formas em máquinas e equipamentos, tais como os utilizados nos setores da siderurgia, alimentos, plásticos, máquinas gráficas e outros diversos tipos de equipamentos. É muito comum que elas sejam oferecidas com tensão de 24 V, entretanto, é possível adotar embreagens com outros valores de tensão. Assim, as embreagens eletromagnéticas são super indicadas para efetuar funções com banho de óleo ou a seco, variando conforme a aplicação, já esse tipo de embreagem eletromagnética possui duas variantes importantes chamadas de multidiscos ou monodiscos.

Em outros detalhes, uma embreagem pode ou não possuir engate instantâneo, assim como transmissão de movimentos com elevada precisão. Em termos de qualidade, para que a embreagem possua alta durabilidade e não necessite de atendimento regular do serviço técnico, é indispensável contar com um fornecedor de embreagem eletromagnética de alta qualidade. As embreagens eletromagnéticas podem serem usadas em veículos (exceto não rodoviários onde é utilizado o freio) e também com muita abrangência no setor industrial. Assim, contar com embreagens eletromagnéticas é um grande investimento e um diferencial relevante, seja para o veículo não industrial, seja para equipamentos e insumos da indústria. Vale ressaltar que esse tipo de embreagem funciona por conta da ação de uma corrente parasita, também chamada de impressa. Ela é   formada por dois rotores, isto é, possui formação semelhante ao motor elétrico. O que faz com que um dos rotores presentes na embreagem fique fixado ao eixo do motor e o outro está fixado ao eixo da caixa de câmbio. Em breve explicaremos melhor sobre esse funcionamento.

Se você se interessou sobre o assunto, em breve voltaremos para falar mais sobre ele. Fique de olho aqui no blog.

Um pouco sobre o motor Bosch

Alguns equipamentos precisam de motores elétricos, que são máquinas que transformam a energia elétrica em mecânica mediante a interação de campos eletromagnéticos. No entanto, alguns desses motores são considerados reversíveis e podem transformar energia mecânica em energia elétrica, se transformando assim em geradores.  Esses motores possuem uma infinidade de funções e podem ser alocados em diversas máquinas, sendo usados em instalações industriais, residenciais e comerciais, e podem ser conectados a baterias ou corrente elétrica. Um desses modelos é o Motor Bosch que é muito conhecido no mercado pela sua qualidade.

Falando um pouco dos produtos Bosch, existem diversos tipos de motores elétricos, sendo que cada um deles possui características únicas de termos de família, voltagem, corrente, velocidade e torque. Esses motores  12 ou 24 Volts e são reconhecidos por possuirem como principal diferencial uma relação fantástica entre peso e rendimento e proporcionam uma grande variedade de aplicações como ventiladores e bombas. Independente do estilo do Motor Bosch, eles são orientados a atender as mais diversas áreas como odontológica, alimentícia, hospitalar, industrial, entre outras. Assim é possível entender o quanto esses motores são versáteis e possuem uma alta qualidade em diversos quesitos. Optar pelo moto Bosch é uma ótima pedida para variadas situações. Quem conta com eles sempre alcança excelentes resultados na sua residência, comércio ou indústria. Ele é muito bem indicado para diversos equipamentos de automação, residencial ou industrial, podendo ser aplicado com toda segurança e qualidade. Se você ainda está com dúvidas se aposta em um motor Bosch ou não, saiba que só terá essa certeza usando-o e vendo a diferença que ele faz para seu equipamento.

Entre em contato conosco e tire suas dúvidas, nós estaremos prontos para lhe ajudar.