Fusos de esferas laminados e retificados

Fusos de Esferas laminados e Retificados

Fusos de Esferas

O objetivo de um fuso de esferas é a transferência eficiente de movimento rotativo em movimento linear. As esferas e a construção perfilada do fuso permitem que o sistema ofereça eficiência acima de 95%.

Fuso Esferas

Figura 2: Vista em Corte do Fuso de Esferas

Os fusos de esferas se diferenciam pela maneira que foram fabricados, que podem ser em geral através do processo de laminação ou então os fusos retificados que devido ao seu processo possuem custos mais elevados.  Em geral os fusos de esferas laminados ou retificados parecem funcionar praticamente idênticos.

Fusos de Esferas laminados

Os fusos de esferas laminados são obtidos sem corte por meio de uma ferramenta rotativa e continua. O princípio motriz por trás deste processo é um processo de deformação trabalho a frio, onde o material é literalmente deformado para formar roscas do fuso. O processo de laminação é altamente eficiente, pois nenhum material é removido fisicamente. O processo é amplamente utilizado por todos os fabricantes de fusos, pois trata de um processo que pode ser facilmente automatizado e alcançar elevadas taxas de produção, e isso explica o custo baixo dos fusos laminados comparados com os retificados.

Laminação de fusos esferas

Figura 3: Processo de Laminação de Fusos de Esferas        

Fusos de Esferas Retificados

Por outro lado, os fusos de esferas retificados são obtidos em processo de abrasão que normalmente ocorre em uma configuração horizontal com desbate dos rebolos sobre a superfície do fuso.  Como fato de curiosidade, em geral, os fusos retificados são feitos a partir de um fuso laminado, porém cortado, devido a limitação das retificadoras, ou seja, trata de um processo de acabamento que permite superfícies melhores acabada com menor rugosidade.

fusos-de-esfera

Figura 4: Processo de retifica de Fusos de Esferas

Comparação dos fusos de Esferas laminados x retificados

Como vantagens dos fusos de esferas retificados, sendo uma superfície de melhor acabamento e menor rugosidade é possível obter melhor eficiência mecânica do que os fusos de esferas laminados e também menor vulnerabilidade e distorções dimensionais, isso irá resultar menor folga entre o diâmetro das esferas, a haste e a castanha. Como por exemplo, um fuso laminado diâmetro 25mm pode ter uma folga axial de até 0,08mm contra uma folga axial de 0,025mm para o mesmo diâmetro nos fusos retificados.  Veja na foto abaixo a superfície de um fuso de esferas laminado e na segunda foto a superfície de um fuso de esferas retificado.

Superficie fusos esfera

Figura 5: Superfície dos fusos de esferas laminado e retificado

Conclusão:

Os fusos de esferas laminados custam bem menos do que os fusos retificados devido ao processo de fabricação, ambos possuem a mesma capacidade de carga e estão disponíveis em uma grande variedade de diâmetros e passos.

A escolha entre fusos de esferas laminados ou retificados deve ser feita exclusivamente em função do grau de precisão.  No entanto vale a pena lembrar que ambos os fusos, laminados ou retificados estão disponíveis na Precisão C07 (erro de passo 0.05/315mm) e a eliminação da folga axial de 0.02mm no retificado ou 0.08mm no laminado será eliminada com a opção de castanha dupla.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *