Como aplicar corretamente o Motor de Passo e conquistar melhores resultados

Se você acredita que motores de passo não apresentam a mesma capacidade de torque dos servos motores, pode estar enganado. É que o Holding Torque dos motores de passo é similar ao torque nominal dos servos para a mesma carcaça. Mais vamos  precisar entender que Holding Torque é apenas o torque estático para a velocidade igual a zero.

E apesar de os servos motores serem os mais recomendados para posicionamentos, os motores de passo levam muita vantagem em várias aplicações, por proporcionarem melhor estabilidade. Mesmo assim é preciso considerar a especificação de um motor de passo, por se tratar inicialmente de malha aberta, além da curva característica do Torque X Velocidade descrente com o aumento da rotação do motor.

Quais as principais características

Imaginando um cenário ideal, em que não há cargas externas aplicadas ao motor, considere um motor energizado, porém inerte. A curva de Torque Estático do motor mostra como o torque varia com a posição do rotor derivando do ponto de estabilidade. Com a movimentação do rotor para o próximo passo de estabilização, o torque aumenta de forma estável até atingir um ponto máximo após um passo complete (1.8o). Este valor máximo é chamado Torque Retentor “Holding Torque”. Veja na figura abaixo:

 

Torque Dinâmico

Agora o Torque Dinâmico é obtido durante o trabalho do rotor que oferece torque suficiente para movimentar a carga até uma velocidade de sincronismo com os pulso gerados sem que haja defasagem de posicionamento.

Como é composto um Sistema de Motor de Passo

 

O motor de passo é o elemento mecânico responsável para o deslocamento e posicionamento da carga.

Drive do Motor de Passo, também conhecido como Drive de Potência, é o elemento que amplifica os sinais TTL, normalmente 5VDC, para operar o Motor de passo.

Já o Indexador, ou Drive Inteligente, é o dispositivo normalmente integrado com o Drive de Potência que permite programação, ou seja, configurar a escrita de uma rotina para ser executada por meio da seleção dos Bits da entrada do Drive.

O CLP opera em conjunto com os Drives de Motores de Passo e demandam saídas ao transistor, com frequência indicada acima de 100KHz.

Possibilidades de aplicações de Motores de Passo

São indicadas para diversos processos, como por exemplo: envases, bombas peristálticas, atuadores lineares, equipamentos de testes, equipamentos médicos, máquinas routers, Rotuladeiras, etiquetadoras entre outras.

motor de passo para impressora 3d

Exemplo de Aplicação: Impressora 3d

 

Leia mais sobre motores de passo e veja quatro razões para você cliente kalatec escolher um motor de passo.

 

Entre em contato com a nossa equipe de especialistas e tenha disponíveis produtos que atenderão de forma segura a sua aplicação.