As impressoras 3D são um dos últimos saltos tecnológicos com rápido reflexo no âmbito social e comercial. A impressão 3D está revolucionando diversos setores da economia, sendo utilizada para criar peças de prototipagem em automóveis e aviões, instrumentos musicais, próteses humanas e de animais, aparelhos dentários, armas, brinquedos, sistemas espaciais, robótica, sistemas Arquitetônicos ou Civis ou até mesmo em trabalhos residenciais. O ponto crucial é que tais peças podem ser customizadas e fabricadas em lotes pequenos ou únicos, para atender demandas especiais e sob medida em poucas horas de trabalho. Um bom exemplo atual é a fabricação de peças para carros antigos pela indústria automobilística.

A tecnologia não é recente – historicamente os estudos conceberam em 1984 e a primeira máquina funcional construída por Charles Hull na Califórnia -USA. O sr Hull, atualmente com 75 anos de idade, foi o inventor da estereolitografia ou que virá a ser conhecida como impressão 3D, que permite que desenhos em CAD sejam construídos camada por camada em horas nessas impressoras. Basicamente a impressora 3D é constituída de 3 eixos cartesianos e um extrusor, acionados por motores de passo, step-servo ou servo motores. O deslocamento fica a cargo de fusos de esferas de alto rendimento apoiados em guias lineares, um sistema interpolativo fica responsável pela operação concomitante dos eixos onde as peças são construídas da base ao topo, camada por camada utilizando resinas especiais próprias para cada trabalho.

 

 


Quer saber mais?

Entre em contato com a nossa equipe de especialistas e tenha disponíveis produtos que atenderão de forma segura a sua aplicação.